Por que o SIPOL silencia sobre o assunto:

GRUPO DE TRABALHO NA SEGURANÇA PÚBLICA

Porque não somos uma Entidade representativa de apenas uma carreira. E nesse grupo de estudos há apenas representantes de uma única carreira. Nossa palavra pelo jeito não interessa absolutamente nada.

E se nossa palavra não interessa absolutamente nada nessa situação, não vamos ficar fazendo publicidade ou propaganda de um grupo de trabalho constituído após o Governador anunciar REPOSIÇÃO ZERO e num momento em que se discute ciclo completo e ou desmilitarização.

O SIPOL representa todas as carreiras, e não apenas uma.

Portanto, ainda que represente determinada carreira, não pode trabalhar, ou dar notoriedade, a atividades isoladas e de interesse eventualmente corporativo e ou político, sob pena de correr o risco de mostrar falsamente concordância ou apoio.

TODOS OS GRUPOS DE ESTUDOS REALIZADOS PELA SSP ATÉ O MOMENTO, NÃO DERAM EM NADA. O TEMPO PASSOU E NADA MUDOU.

A ADPESP já disse que não representa todos os Policiais Civis, e está certa no papel dela.  Sindicatos de carreira específica com certeza também não.

Senhor Governador: se Entidades dos Delegados não representam os SERVIDORES POLICIAIS CIVIS, quem representa os Escrivães, Investigadores, Carcereiros, Peritos, Papiloscopistas e Auxiliares, Fotógrafos, Agentes, etc? Por que não são recebidos no Palácio?

Sindicatos e Associações de uma única carreira? Não. Há uma FEDERAÇÃO LEGALMENTE CONSTITUÍDA NO MINISTÉRIO DO TRABALHO, e se chama FEIPOL. Para a região sudeste há a FEIPOL-SE. Ela representa TODOS OS POLICIAIS CIVIS DE TODAS AS CARREIRAS.