JORNAL ESTADÃO PUBLICA SOBRE SUPOSTO “MENSALÃO DE CORREGEDOR”

SENHOR SECRETÁRIO:

O SIPOL repudia toda e qualquer forma de corrupção. O papel de uma Entidade não é exclusivamente de defesa irrestrita de servidores. Mas deve, antes de tudo, ser exemplo da manifestação de boa conduta, da moralidade e da correção. Não podemos nem vamos julgar nenhum policial. Isso cabe, obviamente, à corregedoria. Mas nos levantamos e nos levantaremos sempre, contra todo o tipo de corrupção que possa danificar, ou mesmo arranhar a imagem dos Policiais Civis honestos, trabalhadores, que se doam 365 dias no ano, 24 horas por dia.

A REPORTAGEM DO JORNAL ESTADÃO:

Esperamos realmente que nada disso seja verídico, e que todos sejam inocentes.

No entanto, se não forem, fica claro o porquê ser tão difícil fazer movimentos classistas dentro da instituição.

Afinal, parece que “demonstrativo de pagamento” é o que menos importa para “alguns”.

E esses “alguns” não interessam para a polícia nem para nenhum outro policial que compõe a ampla e esmagadora maioria: os honestos.

Polícia é ambiente de “mocinhos”, não de ladrões.

Confira a reportagem completa do Jornal Estadão clicando no link abaixo:

http://www.estadao.com.br/noticias/geral,mensalao-de-corregedor-incluiria-tambem-bingos,10000005567