D.I.G. e D.I.S.E. de Presidente Prudente – SP

Policiais Civis de Presidente Prudente, com a participação mais intensa da D.I.G, da D.I.S.E e do GOE vêm realizando excepcional trabalho investigativo, à moda da Casa Judiciária.

Investigação é isso. Fica as congratulações a todos os Policiais Civis envolvidos diretamente e no apoio Administrativo, em nome de toda a Diretoria do SIPOL.

Durante a madrugada deste sábado (11), policiais civis da DIG de Pres. Prudente realizaram campanha em estabelecimento comercial na Av. J.K. em razão de ocorrência registrada relacionado a roubo de carga de carne bovina.

O crime de roubo ocorreu na sexta (10) em Andradina, quando o motorista do caminhão que transportava carga de carne resfriada foi tomado de assalto por desconhecidos que o abandonaram na cidade de São Paulo após descarregarem o produto do roubo, no período da tarde. Após o registro da ocorrência, a Polícia Civil iniciou monitoramento da carga roubada e a DIG de Pres. Prudente por meio de seus agentes foi ao local, contudo, o barracão estava fechado em razão do horário. Diante desse fato os policiais montaram campana no local até a chegada dos proprietários.

Pela manhã os proprietários do açougue (pai e filho) chegaram e foram presos em flagrante por receptação qualificada de aproximadamente 8 toneladas de carne bovina. Outros dois envolvidos foram indiciados, um dos quais intermediário na negociação da compra e venda do produto roubado.

Após os trabalhos de Polícia Judiciária os autuados foram encaminhados para uma das unidades prisionais onde permanecerão à disposição da justiça.

 

E AS INVESTIGAÇÕES CONTINUARAM. E AINDA CONTINUAM

Há aproximadamente 60 dias houve um aumento de notificações relacionadas a roubo de cargas, notadamente de carnes bovinas. Diante desse novo perfil de ações criminosas em nossa região, a DIG-Delegacia de Investigações Gerais intensificou diligências para combater a receptação desse material na região.

No último final de semana, parte de um carregamento foi localizado em um estabelecimento comercial, no município de Pres. Prudente, resultando na prisão de dois receptadores e identificação de outros dois membros da organização criminosa.

Após essas prisões, policiais realizaram outras ações de campo, identificando o líder do grupo, tido como o “arareiro”. Durante as diligências, nova campana e monitoramento foram realizados, culminando com a localização de um sítio no município de Narandiba, onde foram localizados diversos produtos ocultados em galpão, além de aproximadamente 1 tonelada de carne bovina, cujas embalagens haviam sido queimadas e uma carreta com chassi adulterado.

Na propriedade rural, irmão e genitora do identificado (R.G.M.), outro integrante dessa associação criminosa, que está sendo procurado.

INOVAÇÃO:

MODELO PARA TODO O BRASIL

FOTOS DIG 2

Na manhã desta quinta feira (16) a Polícia Civil por intermédio de sua especializada DIG-Delegacia de Investigações Gerais de Pres. Prudente, realizou a doação de mercadorias a entidades assistenciais do município.

A doação foi solicitada pelo Delegado de Polícia titular da DIG, Dr. Pablo Rodrigo França, ao Poder Judiciário nos autos de inquérito policial relacionado ao crime de estelionato. Há alguns meses a DIG realizou operação policial que resultou na desarticulação  de associação criminosa especializada em “araras”, com a prisão de vários membros dessa associação e apreensão de grande quantidade de mercadorias. Os autuados foram denunciados nove vezes por estelionato.

Foram identificadas algumas vítimas e a elas restituídas suas mercadorias. Ocorre que outras vítimas não registraram ocorrência e com isso diversos itens não foram devolvidos. Para que as mercadorias não ficassem deterioradas e impróprias ao consumo, a Autoridade Policial que preside o inquérito representou ao Poder Judiciário, pela destinação dos itens a asilos, creches e demais entidades assistenciais.

SIPOL – ÓTIMA INICIATIVA. EXCELENTE RESULTADO. Delegacia de Polícia é ambiente de trabalho. Estoque de mercadorias, ainda que na “condição” de prova, apreendida, recuperada, não deve permanecer em Delegacias. Passou da hora do Estado contratar armazéns específicos para essa finalidade. Uma solução inteligente é a doação. Ainda que autorizada pela Justiça. Assim como grande quantidades de drogas deveriam ser incineradas no máximo em 48 horas após o laudo definitivo. Outro grande problema é a acomodação de veículos apreendidos. Muitos municípios estão com os pátios lotados e não aceitam mais veículos apreendidos pela Polícia Civil. O que ocorrerá? Em breve, se não houver solução, o pátio das unidades estarão lotados de tal maneira que estacionar passará a ser um exercício imenso. Muito mais do que já é em alguns momentos.

D.I.S.E.

Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes

SEIS FLAGRANTES EM APENAS UMA NOITE.

Vários presos e drogas apreendidas. Policiais Civis se superam e desencadeiam SEIS flagrantes no combate ao tráfico de entorpecentes. Os Policiais “viraram parte do dia, da noite e do outro dia” realizando as prisões, apreensões e formalizando todo o ato. Em edição…