27/06/2017 – SIPOL SANTOS provoca Audiência de Dissídio Coletivo

SIPOL PRUDENTE, SIPOL BAURU, SIPOL RIO PRETO, ADPESP se juntaram em apoio ao SINPOLSAN

comunicado

Sem acordo. Esse foi o resultado da primeira reunião de conciliação entre o governo e representantes de Policiais Civis no Palácio da Justiça, na capital paulista, nesta terça-feira. O pouco diálogo já era esperado. A intercessão da Justiça, que deu entrada no dissídio coletivo de greve, foi necessária após muitas tentativas frustradas de negociação com o governo. O próximo passo é convocar as diferentes carreiras para uma assembleia geral, ainda sem data marcada, onde serão deliberadas as próximas ações.

A convocação de uma assembleia foi definida pelos presidentes dos sindicatos da Baixada Santista e Vale do Ribeira, Marcio Pino, de Bauru, Marcio Cunha, de Presidente Prudente, Fábio Morrone, de São José do Rio Preto, Valdir Uchoa, e a presidente da Associação dos Delegados do Estado de São Paulo (Adpesp), Marilda Pinheiro. O grupo, integrante da Aliança das Entidades de Classe, participou da reunião de conciliação. Em seguida se reuniram para uma discussão sobre as medidas a serem adotadas. O objetivo é garantir benefícios e melhorias para TODOS OS POLICIAIS CIVIS.