“USUÁRIO” DE DROGA PERDEU OLHO EM AÇÃO DA POLÍCIA NA CRACOLÂNDIA DE SP

Folha de São Paulo:

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/07/1898561-usuario-de-droga-perdeu-olho-em-acao-da-policia-militar-na-cracolandia-de-sp.shtml

A culpa sempre é da Polícia??

A culpa não é do traficante. A culpa não é do usuário. A culpa não é da má educação familiar. A culpa não é de quem deixou a cracolândia acontecer. A culpa não é de quem passa a mão na cabeça desse bando de vagabundos, nóias agora intitulados adictos por algum sabichão conhecedor de “sábios” vocábulos.

A polícia é treinada para várias situações. Ninguém em formação de CDC (controle de distúrbio civis) mira em olho de nóia.

No entanto, almofadinhas que não sabem o que é um “pega pra capar” na rua, imaginam que a formação de CDC é tranquila. Não tem empurrões. Não tem inúmeros barulhos. Não é agredida. Não lhes são arremessados paus, pedras, canos, tijolos e tudo o mais que podem desqualificar qualquer tiro. Acham que o policial não tropeça, não é socado, não é atacado.

Sequer lhes passa pela cabeça que borracha onde bate “ricocheteia”. Até no chão, grandes intelectuais.

Frases como: “vão trabalhar vagabundos”, faltam em muitas reportagens.

Tratam verdadeiros bandidos como doentes.

Entrem em um hospital infantil ou adulto, e encontrarão doentes. Entrem na ala pediátrica oncológica, e encontrarão doentes.

Já na cracolândia…